05/09/2018

Cuidado. Saiba quem são os traidores capixabas que agora pedem o seu voto

Texto: Elan Drumond

Esse trio ficou contra o povo em todas votações

Estamos próximos das eleições de 07 de outubro, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, senadores governadores e presidente da República. Em vista disso, os candidatos saem de suas zonas de conforto para tentar conquistar o seu voto, custe o que custar.

Muitos desses deputados e senadores passaram os últimos quatro anos trabalhando contra a sociedade, aprovando leis que prejudicam o povo, principalmente a classe trabalhadora, e agora vêm bater na sua porta querendo o seu voto para continuar nos prejudicando.

Na maior cara de pau, depois de longos quatro anos hibernando sem nunca lembrar que o eleitor existe, nesse período eleitoral os candidatos surgem do nada batendo na sua porta, invadindo suas redes sociais, ligando e enviando mensagens como se fossem íntimos.

Votações contra o povo

Votação da Reforma Trabalhista
Dentre tantos acontecimentos dos últimos quatro anos, vários deputados e senadores traíram seus eleitores ao votarem a favor da Reforma Trabalhista, da Terceirização Irrestrita e do Congelamento de Investimentos pelos próximos 20 anos, iniciativas que lesam gravemente o povo.

Seis dos 10 deputados federais do Espírito Santo votaram contra o povo e a favor da Reforma Trabalhista, que prejudica sensivelmente o trabalhador. São eles Carlos Manato, Marcus Vicente, Lelo Coimbra, Paulo Foletto, Evair Melo e Norma Ayub, que agora vêm pedir seu voto.

Também foram favoráveis a essa maldade contra a classe trabalhadora os senadores Magno Malta, Rose de Freitas e Ricardo Ferraço, sendo que no caso de Ricardo Ferraço a traição foi dupla, já que além de votar a favor da Reforma Trabalhista, foi o relator da matéria.

Terceirização nociva

Deputados e senadores favoráveis ao povo
 protestaram contra a terceirização
Como se não bastasse o apunhalamento pelas costas de seus eleitores ficando a favor da Reforma Trabalhista, três dos 10 deputados federais capixabas votaram a favor da terceirização irrestrita para todas as atividades de qualquer empresa, incluindo o serviço público;

Os traidores são Lelo Coimbra, Marcus Vicente e Carlos Manato. Já Norma Ayub e Paulo Foletto se ausentaram e contribuíram indiretamente para a aprovação da citada terceirização, cuja constitucionalidade foi contestada e o STF disse que é constitucional tal absurdo.

Com a Lei da Terceirização nem servidor público salvou, pois podem ser retirados de seus setores no caso de contratação de empresa terceirizada, para dar lugar a trabalhadores iniciantes, sem nenhuma experiência na área e com salários miseráveis, irrisórios.

Suspensão de investimentos

A suspensão dos gatos com saúde, educação etc
 por 20 anos teve votos favoráveis de capixabas
Um dos maiores absurdos da administração Michel Temer é a Emenda Constitucional que estabelece um limite para gastos federais para os próximos 20 anos. A referida emenda foi aprovada apesar dos clamores populares e seus efeitos nocivos já começam a aparecer.

Essa emenda feriu os direitos fundamentais, ao comprometer a atuação do Estado na garantia desses direitos. Todas as políticas públicas contra a miséria e às desigualdades sociais e regionais foram seriamente comprometidas e atingiu o direito à igualdade e não discriminação.

E advinha quais deputados capixabas que votaram a favor? Os de sempre: Carlos Manato, Evair Melo, Lelo Coimbra, Marcus Vicente e Paulo Foletto. A novidade foi o deputado médico Jorge Silva votar a favor dessa emenda, que atinge principalmente a saúde e a educação.

A favor do Temer

Alguns deputados capixabas ajudaram a manter
 a impunidade ao presidente corrupto
Deputados federais capixabas tiveram também participação na permanência de Michel Temer no governo do país, ao votarem pelo engavetamento da ação contra o referido presidente, que está mais sujo que poleiro de pato, com inúmeros denúncias de corrupção.

Dos 10 deputados capixabas, dois foram a favor da permanência do presidente Temer, e ganha um doce quem souber quais são eles. Isso mesmo. Lelo Coimbra e Marcus Vicente, os dois políticos mais traidores do Espírito Santo, que sempre estão onde o povo não está.

Vale lembrar que na Câmara dos Deputados Lelo Coimbra é líder da Maioria, e Marcus Vicente é coordenador da Bancada do Espírito Santo. E foi contando com a péssima memória do eleitor, que os dois, nessa e em outras atitudes de traição, decidiram manter Temer, o corrupto, no poder.
Senadores Ricardo, Rose e Magno Malta trairam o povo capixaba


Nenhum comentário:

Postar um comentário