08/01/2019

Casa da mãe Joana. Servidora usa veículo público como se fosse particular

Texto: Elvécio Andrade

Barra de São Francisco está totalmente acéfala

O abuso com o bem público em Barra de São Francisco/ES chega às raias do absurdo e nenhuma providência é tomada pelas autoridades competentes. Mais perdido que cego em tiroteio, o prefeito Alencar Marim (PT), parece que vive em Marte tamanha sua inoperância.

O Município está à mercê da vontade dos secretários, que mandam e desmandam como se fossem eles que foram eleitos para administrar o Município. Pela cidade as reclamações se multiplicam e o arrependimento pode ser sentido em cada pessoa.

Matagal invadindo o centro da cidade, lixo por todo lado, veículos seminovos depredados, motorista dirigindo irresponsavelmente, batendo motor de veículos ou danificando em acidentes por excesso de velocidade, servidores que se julgam intocáveis. Esse é o retrato da atual administração.

Como a administração virou a casa da mãe Joana, alguns servidores chegam ao cúmulo de utilizar veículos públicos como se fossem de suas propriedades. É o caso de uma servidora do Sine, que segundo denúncia, “usa um veículo que era da Câmara Municipal como se fosse particular”.

De acordo com a denúncia de um cidadão, a referida servidora (não vamos citar o nome) utiliza o veículo o tempo todo, até para ir almoçar em casa no Córrego da Penha. Inclusive, segundo o denunciante, o veículo fica na casa da servidora todas as noites, para ela ir para o trabalho no dia seguinte.

O Cacete News entrou em contato com uma pessoa da Prefeitura para checar a veracidade da denúncia e foi informado que isso está sim ocorrendo, mas que o carro não é do Município. “Trata-se de um veículo Gol do Estado, que fica à disposição dela”, disse o informante.

Outra grave denúncia é o uso pelo Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente e pelo CREAS de um veículo de uso exclusivo do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social). Em virtude disso, vários trabalhos que necessitam de veículo estão deixando de ser feitos naquele órgão.






Nenhum comentário:

Postar um comentário